Vídeos-Ecologia:

Loading...

Dicas para Poupar:

quinta-feira

Torre Hearst, Nova York.



Do escritório Foster & Partners e Gensler, inaugurada em 2006, depois de três anos de obras, a Torre Hearst, de 182 m de altura, é o primeiro arranha-céu nova-iorquino a obter o Gold LEED (Leadership in Energy and Environmental Design).

A estrutura em aço inoxidável - formada por diagonais que configuram volumes triangulares nas fachadas - maximizou a entrada de luz nos escritórios e, além disso, permitiu a economia de cerca de 2 mil t de aço estrutural. Aliás, cerca de 85% do material utilizado na estrutura é reciclado. A torre foi erguida sobre um antigo edifício de seis andares (construído em 1928) que, após a reforma, foi convertido num imenso átrio, uma zona de uso comum conhecida como "Praça Urbana". A água da chuva, coletada na cobertura do prédio, é usada para irrigar jardins, abastecer fontes e o sistema de refrigeração. A refrigeração e calefação dos espaços são feitas através de um sistema de circulação de água localizado nos pisos. O arranha-céu consome cerca de 25% a menos de energia se comparado aos similares. Além de sensores de presença, os escritórios dispõem de recursos que controlam a quantidade de luz artificial em função da natural.